Bem-vindo à página ARQUIVO 2006-2016 da Presidência da República Portuguesa

Nota à navegação com tecnologias de apoio

Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação: motor de busca (tecla de atalho 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Visita ao Centro de Formação  da Escola da Guarda (GNR)
Visita ao Centro de Formação da Escola da Guarda (GNR)
Portalegre, 11 de fevereiro de 2016 ler mais: Visita ao Centro de Formação  da Escola da Guarda (GNR)

INTERVENÇÕES

Clique aqui para diminuir o tamanho do texto| Clique aqui para aumentar o tamanho do texto
Discurso do Presidente da República por ocasião do Jantar oferecido em sua honra e da Dra. Maria Cavaco Silva pelo Presidente da República da Bulgária, Rosen Plevneliev
Sófia, Bulgária, 15 de junho 2015

Agradeço, muito sensibilizado, as palavras que Vossa Excelência acaba de proferir, bem como o caloroso acolhimento que nos tem sido dispensado, a mim, à minha Mulher e a toda a comitiva que me acompanha nesta Visita de Estado.

É com muito gosto que visito a Bulgária. As relações diplomáticas entre os nossos dois países remontam ao início do século XX. A mensagem que gostaria de passar nesta Visita é a de que a nossa relação, que tem raízes no passado e apresenta dinamismo no presente, se deve virar para o futuro, aprofundando o que já existe e procurando novas áreas de cooperação.

Portugal e a Bulgária, países de longa história, são hoje parceiros na União Europeia e na NATO. Portugal apoiou e encorajou a adesão da Bulgária a estas organizações. Partilhamos valores e políticas comuns. Tive o gosto de o encontrar, Senhor Presidente, nas reuniões do Grupo de Arraiolos, fórum europeu de discussão informal. Recordo, muito vivamente, o contributo de Vossa Excelência por ocasião do último desses Encontros, em Portugal, em setembro do ano passado.

Não obstante as ligações antigas e o bom entendimento político, o relacionamento bilateral entre Portugal e a Bulgária está ainda muito aquém das potencialidades existentes. É possível fazer muito mais no que se refere à cooperação entre os nossos dois países.

Acredito, desde logo, que o nosso relacionamento deve ter uma maior expressão nos planos económico e comercial. Nesta visita, acompanha-me uma delegação empresarial representativa de vários sectores relevantes da economia portuguesa. Amanhã, acompanhado pelo Senhor Presidente, terei a honra de abrir os trabalhos do Fórum Empresarial Bulgária-Portugal. O objetivo é identificar e promover novas oportunidades de negócio e investimento entre empresários portugueses e búlgaros.

A assinatura do acordo de constituição da Câmara de Comércio Búlgaro-Portuguesa, que também testemunharemos amanhã, é um contributo marcante nesta vertente.

O reforço dos laços entre os povos passa também pelo conhecimento recíproco das suas culturas e línguas. É com emoção que registo o interesse pela língua portuguesa manifestado na Bulgária e apraz-me verificar o muito que já foi feito no ensino do português, quer a nível universitário, quer a nível do ensino secundário.

Desloco-me amanhã à Universidade de Sófia, onde está patente a exposição “Nós, os de Orpheu”. Também na Universidade, minha Mulher encontrará estudantes de “Filologia Portuguesa” e dará uma aula sobre o grande poeta português Fernando Pessoa. Visitará também os Liceus Lamartine e Cervantes, onde a língua portuguesa já consta dos respetivos curricula.

No âmbito da cultura, teremos ainda a oportunidade de apreciar, amanhã, uma amostra do nosso Fado, expressão musical portuguesa reconhecida pela UNESCO como Património Imaterial da Humanidade.

Senhor Presidente,

Este é, como sabemos, um tempo de grandes desafios, não apenas para os nossos países, mas também a nível europeu e no contexto internacional. A crise financeira da Zona Euro veio expor fragilidades e desequilíbrios estruturais nas economias de vários Estados-Membros, que temos procurado corrigir e superar. Precisamos de continuar a concentrar esforços na promoção do crescimento económico e do emprego.

Estes últimos quatro anos foram, como saberá, particularmente difíceis para o meu país. Hoje, findo o exigente Programa de Assistência Económica e Financeira, os mercados dão sinais de confiança na economia portuguesa. Temos vindo a prosseguir um ambicioso e exigente programa de reformas estruturais, destinadas a aumentar a flexibilidade e a competitividade da nossa economia, que se apresenta hoje mais competitiva, sustentável e integrada na economia global.

Nesta deslocação, terei igualmente a oportunidade de contactar com a diversificada Comunidade de Portugueses que reside na Bulgária. Por sua vez, como sabem, vive e trabalha em Portugal uma numerosa Comunidade búlgara, constituída por cerca de 8 mil pessoas. Estas Comunidades são, também elas, um elemento inestimável na promoção das relações entre os nossos países.

Senhor Presidente,

Estou convicto de que Portugal e a Bulgária saberão apostar num futuro de mais cooperação, quer no plano bilateral, quer no plano internacional. É neste espírito que peço a todos que se juntem a mim num brinde à saúde de Vossa Excelência, ao povo amigo da Bulgária e ao futuro do nosso relacionamento.

© Presidência da República Portuguesa - ARQUIVO - Aníbal Cavaco Silva - 2006-2016

Acedeu ao arquivo da Página Oficial da Presidência da República entre 9 de março de 2006 e 9 de março de 2016.

Os conteúdos aqui disponíveis foram colocados na página durante aquele período de 10 anos, correspondente aos dois mandatos do Presidente da República Aníbal Cavaco Silva.