Bem-vindo à página ARQUIVO 2006-2016 da Presidência da República Portuguesa

Nota à navegação com tecnologias de apoio

Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação: motor de busca (tecla de atalho 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Visita às salinas
Visita às salinas
Rio Maior, 3 de fevereiro de 2016 ler mais: Visita às salinas

INTERVENÇÕES

Clique aqui para diminuir o tamanho do texto| Clique aqui para aumentar o tamanho do texto
Discurso do Presidente da República de Portugal por ocasião do Banquete oferecido em honra de Sua Excelência o Presidente da República de Cabo Verde
Palácio Nacional de Queluz, 21 de Julho de 2008

Senhor Presidente, Excelência,
Senhora Dona Adélcia Barreto Pires,
Excelentíssimas Autoridades,
Distintos convidados,

É para mim um motivo de grande satisfação recebê-lo, Senhor Presidente, bem como à sua esposa e à delegação que os acompanha nesta Visita Oficial a Portugal. Uma Visita que muito nos honra e que assume um particular significado para todos os portugueses.

Trata-se, desde logo, da visita de um amigo que nos conhece e que conhecemos bem, e que acolhemos com a confiança, o respeito e a estima que se reservam aos que nos são mais próximos.

Mas é também a visita do Chefe de Estado de um país ao qual nos ligam laços de profunda e fraternal amizade. Uma amizade alicerçada na cumplicidade que nasce de uma língua comum e dum vasto património de afectos, e que se afirma na partilha de objectivos e de interesses.

Senhor Presidente,

A excelência do nosso relacionamento está bem patente na intensidade do nosso diálogo político, nos resultados alcançados em diversas áreas da nossa cooperação bilateral, na nossa pertença comum à CPLP e na presença de uma importante comunidade cabo-verdiana, em Portugal.

Portugal orgulha-se de ser um dos principais parceiros de cooperação de Cabo Verde. A estratégia definida em conjunto pelos dois países, para o próximo quadriénio, prevê uma acção reforçada em áreas estruturantes para Cabo Verde. Estaremos, assim, a contribuir para a consolidação dos extraordinários avanços alcançados por Cabo Verde no que toca às suas prioridades de desenvolvimento e às metas traçadas no quadro dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

A visita de Vossa Excelência a Portugal acontece na véspera da realização, em Lisboa, da VII Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, que terá como tema “A Língua Portuguesa: património comum, futuro global”.

A promoção e valorização da língua portuguesa como um activo fundamental para a prossecução dos nossos interesses num mundo globalizado, exige determinação e persistência. Estou certo de que, em conjunto com os nossos parceiros da CPLP, saberemos identificar a melhor forma de alcançar este objectivo.

A qualidade e intensidade das nossas relações manifesta-se também na presença de uma numerosa comunidade cabo-verdiana em Portugal, cujo contributo para o desenvolvimento do nosso país, bem como nas artes, na cultura, na música e noutros sectores da sociedade, quero aqui sublinhar e homenagear.

Não ignoramos, até pela experiência da diáspora portuguesa, as dificuldades que as comunidades imigrantes por vezes experimentam. Quero, contudo, assegurar-lhe, Senhor Presidente, que Portugal tudo continuará a fazer para garantir o pleno exercício de uma cidadania activa a todos os cidadãos cabo-verdianos que residam legalmente em Portugal.

Senhor Presidente,

No encontro que mantivemos esta manhã, tivemos oportunidade de abordar os desafios e oportunidades da nova fase de desenvolvimento que Cabo Verde actualmente atravessa.

Uma nova fase marcada por importantes progressos no plano do seu relacionamento externo e da sua inserção nos mercados mundiais.

A aprovação de uma “parceria especial” com a União Europeia, no decurso da Presidência Portuguesa, em 2007, constituiu o reconhecimento da seriedade e rigor que Cabo Verde colocou na concretização desta opção estratégica do país, mas também da forma como encara os desafios do seu desenvolvimento.

Do mesmo modo, a adesão de Cabo Verde à Organização Mundial do Comércio, em Dezembro de 2007, e a promoção de Cabo Verde à categoria de País de Rendimento Médio, no início de 2008, espelham bem os progressos que o país vem realizando.

Quero felicitar as autoridades cabo-verdianas e o povo de Cabo Verde por estes êxitos. Poderão Vossa Excelência e o povo cabo-verdiano continuar a contar com o firme apoio de Portugal, com a nossa amizade e empenho para prosseguirem no rumo que traçaram.

Senhor Presidente,

A prioridade que vem sendo atribuída por Cabo Verde ao crescimento económico, aliada ao combate à pobreza e à exclusão, fazem com que o país seja hoje apontado como um exemplo de boa utilização dos recursos públicos.

A estabilidade política, social e económica é, de resto, factor determinante para fazer de Cabo Verde um destino atractivo para o investimento estrangeiro.

Portugal e os seus agentes económicos estão atentos a esta realidade. O nosso país é já hoje o principal parceiro comercial de Cabo Verde. As nossas empresas conhecem o país e acreditam nas suas potencialidades. O reforço da sua presença na economia cabo-verdiana constituirá um contributo para o crescimento e diversificação económica, para a criação de emprego e para a melhoria das condições de vida das populações.

Estou seguro de que saberemos, em conjunto, tirar partido dos laços históricos, humanos e culturais que nos aproximam, bem como da nossa convergência de interesses, para consolidar a nossa cooperação empresarial no sector do turismo e das infra-estruturas, mas também da inovação, do desenvolvimento científico e tecnológico ou das energias renováveis.

Senhor Presidente,

Vivem-se hoje tempos de incerteza quanto à evolução da economia mundial. Factores como a crise alimentar e o aumento dos preços dos combustíveis colocam-nos, a todos, importantes desafios civilizacionais.

Neste quadro, a nossa capacidade de vencer os desafios da competitividade global passa, cada vez mais, pelo desenvolvimento e consolidação de parcerias com países e espaços de integração com os quais possuímos fortes complementaridades.

É este o caso da parceria entre Portugal e Cabo Verde.

Peço a todos que se juntem a mim num brinde à saúde e bem-estar do Presidente Pedro Pires e da Senhora Dona Adélcia Barreto Pires, à prosperidade do Povo Cabo-Verdiano e ao futuro dos laços de fraternal amizade que unem Portugal e o “Paraíso do Atlântico”, de que fala Manuel de Novas e que canta a voz universal de Cesária Évora.

© Presidência da República Portuguesa - ARQUIVO - Aníbal Cavaco Silva - 2006-2016

Acedeu ao arquivo da Página Oficial da Presidência da República entre 9 de março de 2006 e 9 de março de 2016.

Os conteúdos aqui disponíveis foram colocados na página durante aquele período de 10 anos, correspondente aos dois mandatos do Presidente da República Aníbal Cavaco Silva.